30 de Março de 2014

A cidade japonesa de Setouchi, na prefeitura de Okayama, oeste do país, vai ser o palco de uma central de energia solar com capacidade para gerar 230.000 quilowatts, a de maior capacidade do Japão e uma das maiores do mundo.

 

Para a construção da central, a norte-americana General Electric pretende conquistar uma participação maioritária no consórcio operador, conseguindo assim a sua entrada no mercado da energia solar japonês, revelou o diário Nikkei.

A central terá capacidade para fornecer energia a 80.000 casas e deverá começar a funcionar em 2018 superando a capacidade de 111.000 quilowatts que o grupo nipónico Softbank vai inaugurar na ilha japonesa de Hokkaido em 2015.

O investimento no projeto deverá rondar os 80.000 milhões de ienes (565 milhões de euros).

Além do projeto em si, a entrada da General Electri irá proporcionar à companhia norte-americana a venda de diversos equipamentos de rede.

A empresa norte-americana tem oito centrais solares nos Estados Unidos e Europa que, no seu conjunto, produzem 900.000 quilowatts.

Ainda que a energia fotovoltaica e restantes renováveis tenham apenas um peso de 1% no mercado elétrico japonês, o setor tem vindo a ganhar adeptos desde o acidente nuclear na central de Fukushima, atingida pelo sismo e tsunami que devastou o nordeste japonês em março de 2011 e provocou o maior desastre nuclear desde Chernobil.

O próprio Governo japonês pretende que as energias renováveis ganhem peso no mercado do país até aos 20% ou 30%.

fonte:http://www.rtp.pt/no

publicado por adm às 17:09

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.


pesquisar
 
arquivos
2015:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2014:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


links