22 de Novembro de 2012

A temperatura média de 25 graus e o sol escaldante de Phoenix fizeram com que a cidade fosse escolhida para a construção da maior central de energia solar do mundo, que vai iluminar cerca de 72 mil lares do Estado do Arizona a partir de 2013.
Cerca de 2.300 pessoas trabalham todos os dias para acabar de encaixar as peças deste “templo solar” futurista, situado próximo da cidade de Gila Bend, a cerca de 100 km de Phoenix, para que no mês de Julho a empresa espanhola Abengoa conecte à rede a sua primeira central nos Estados Unidos. A empresa espanhola venceu um concurso público para fornecimento de energia em 2008, aberto pela maior companhia de energia eléctrica do Arizona, a Arizona Public Services (APS), com o projecto Solana, que é feito para desenvolver, em grande escala, a tecnologia de energia solar com colectores cilíndricos parabólicos que foram criados em Sevilha.
“O nosso objectivo era e é o sudoeste americano, porque as condições solares adaptam-se perfeitamente à nossa tecnologia”, ressalta Emiliano García, director-geral do projecto Solana.
“Mais de 340 dias de sol por ano, uma radiação solar de muito boa qualidade (sem nuvens e nem vapor de água que a filtrem), a planície dos terrenos e a disponibilidade de água, de uma estrada próxima e de conexões à rede eléctrica fazem desta área do deserto de Maricopa o lugar ideal para este 'exército' de 32 mil módulos de cilindros parabólicos”, diz.
Estes colectores espelhados encaixam-se em mais de 800 linhas rectas, de 120x5m, que se movimentam automaticamente seguindo o sol para captar a maior quantidade de luz possível.
A radiação captada concentra-se no centro da parábola, aquecendo um tubo pelo qual circula um fluido. E, por sua vez, esse fluido transporta o calor até um ponto determinado da fábrica, onde se transforma em vapor, que movimenta uma turbina para produzir electricidade como em qualquer central térmica do mundo. A novidade da Solana é que ela “é projectada para o armazenamento térmico”, de modo que pode continuar a produzir electricidade até seis horas depois do pôr do sol, disse Garcia

fonte:http://jornaldeangola.sapo.ao/

publicado por adm às 22:22

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.


pesquisar
 
arquivos
2015:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2014:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


links