12 de Outubro de 2011

Até o segundo semestre de 2012, começa a ser construída a primeira fábrica de painéis solares de Pernambuco com previsão para entrar em operação um ano e meio após o início das obras. O empreendimento vai ser instalado em uma área de 50 mil metros quadrados. O espaço, cedido pelo Governo do Estado, está localizado no Parque Tecnológico de Pernambuco (Parqtel), no bairro do Curado, no Recife. Como incentivo para a instalação da unidade, o Estado dispensará o Imposto Sobre Circulação de Mercadoria e Serviços (ICMS) das placas solares.

A fábrica de painéis fotovoltaicos, da empresa Eco Solar, será a maior da América do Sul e a única a utilizar a tecnologia de “filme fino”. O empreendimento contará com investimento de US$ de 290 milhões e a expectativa é que produza cerca de 850 mil painéis por ano, o equivalente a 120 megawatts (MW). De acordo com o executivo da Eco Solar, Emerson Kapaz, a tecnologia usada será transferida pela Oerlikon Solar, grupo suíço com mais de 100 anos de atuação na área. 

“Já assinamos o protocolo de intenção com o Estado. Nossa meta é exportar cerca de 30% de nossa produção para países da América do Sul e do Norte e para alguns da Europa”, contou. Para o empresário, a energia solar é um excelente complemento para a matriz energética do País, melhor do que a eólica. Segungo Kapaz, por gerar onde tem sol, este tipo de energia é ainda mais versátil. “As hidráulicas, que representam a maior fatia da matriz, não vão dar conta da demanda por energia e, por isso, precisaremos da solar”, ressaltou. 

Kapaz também falou sobre as perspectivas de crescimento para o segmento de energia solar, que estaria sendo subaproveitado mesmo tendo um grande potencial por conta do índice alto de insolação (quantidade de energia que chega em uma área dentro de uma unidade de tempo). O executivo também ressaltou a falta de incentivos da União.

“O Brasil tem uma das maiores insolações do mundo, mas nós ainda produzimos pouco. A China e a Alemanha, por exemplo, estão produzindo energia solar em gigawatts. No entanto, acredito que nos próximos três anos o Brasil terá muito potencial em solar, desde que o Governo Federal se movimente para regulamentar o que falta e comece a realizar leilões direcionados. Desta forma, a cadeia da fonte solar estará pronta”, argumentou.

Produção solar

1 é a quantidade de usina fotovoltáica que atua no País

1 MW de energia solar pode abastecer 1,5 mil famílias

R$ 600 pode ser o preço do megawatt de solar no País

6 MW/h em painéis solares foram consumidos no Brasil em 2010

7 GW/h em painéis solares foram consumidos na Alemanha em 2010

50 mil m²
 será área da fábrica que vai se instalar em Pernambuco

fonte:http://www.folhape.com.br/

publicado por adm às 22:52

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.


pesquisar
 
arquivos
2015:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2014:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


links