25 de Agosto de 2011

Os lucros do setor de energia solar encolherão, antes de começarem a crescer novamente, pois a queda drástica nos preços dos painéis solares superará o aumento no volume de vendas, segundo um novo relatório da Lux Research. 

Os lucros de 2012 devem chegar a US$ 56,9 bilhões em comparação com US$ 64 bilhões em 2010, estima o relatório divulgado esta semana. O mercado deve se recuperar em 2016, quando atingirá US$ 65,4 bilhões. 

Cortes nos incentivos providos pelos governos para a energia solar nos principais mercados, como Itália e Alemanha, levaram a uma oferta excessiva de painéis no mercado, culminando com uma queda acentuada nos preços este ano. 

Entretanto, com a redução do valor das tecnologias, que por enquanto dependem dos subsídios, a demanda deve crescer substancialmente. Segundo a Lux, o volume do setor deve crescer 15,5 % ao ano alcançando 37,5 gigawatts em 2016 em relação aos 15,8 GW em 2010. 

Subsídios generosos dos governos na Alemanha e outros países europeus impulsionaram o crescimento rápido do setor solar nos últimos anos. Porém, nos próximos cinco anos, cortes nestes incentivos trilharão o caminho para outros mercados, incluindo Estados Unidos, China, Japão e Índia, que emergirão como grandes players do setor. 

“A demanda mudará da Ásia para a América do norte e o mercado solar crescerá em termos de megawatts instalados, mas os lucros permanecerão imutáveis com a queda nos preços superando o crescimento no volume”, concluiu a Lux. (Fonte/ Agência Reuters e Instituto Carbono Brasil)

fonte:http://oglobo.globo.com/

publicado por adm às 11:29

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.


pesquisar
 
arquivos
2015:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2014:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


links