06 de Junho de 2011

A inovação nas tecnologias solares irá levar à descida do custo da energia solar, que deverá situar-se em níveis abaixo dos combustíveis fósseis e reactores nucleares. De acordo com o director global de pesquisa da General Electric (GE), Mark Little, esta situação será já uma realidade dentro de cinco anos.

Numa entrevista à Bloomberg, Little previu que o custo da energia solar irá descer para os 10 cêntimos (R$ 0,23; 13,6 kwanzas) por kilowatt/hora, ou até menos. “Vamos ver muitas pessoas a querer ter o solar em casa”, explicou.

Little disse que a GE vai abrir uma fábrica de produção de painéis solares de filmes finos em 2013, aumentando a sua presença num mercado onde os fabricantes estão a baixar os preços através do aumento de produção de volumes.

A fábrica empregará 400 pessoas e produzirá um número suficiente de painéis solares para electrificar 80 mil casas.

O preço das células solares, o principal componente dos painéis tradicionais, caiu 21% este ano, o que também ajuda a reforçar o optimismo de Little.

Por outro lado, também a inovação tecnológica está a tornar a energia solar cada vez mais barata. Recentemente, cientistas da Swiss Federal Laboratories for Materials Science and Technology descobriram células solares flexíveis com uma eficiência de18,7%, alcançando um novo recorde na capacidade dos painéis solares converterem luz em electricidade.

Ainda assim, é difícil quantificar até que ponto a energia solar será mais barata que os combustíveis fósseis, sobretudo por causa da volatilidade dos preços destes últimos.

fonte:http://www.greensavers.pt

publicado por adm às 22:53

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.


pesquisar
 
arquivos
2015:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2014:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


links