19 de Abril de 2011

A União Europeia sugeriu à Itália a criação de um regime de apoio claro e previsível para o sector da energia solar e assegurar a estabilidade para os investidores, de modo a evitar eventuais sanções.

Uma lei aprovada em Março estipula que os 'generosos' incentivos previstos para o mercado solar, e que inicialmente abrangia investimentos de 2011 a 2013, serão aplicados apenas às unidades que se ligarem à rede até ao final de Maio. A súbita mudança no regime de apoio tem causado alvoroço entre os investidores e os operadores sobre o futuro dos negócios, naquele que é um dos maiores mercados da energia solar da Europa.

A porta-voz da Comissão Europeia para a Energia, Marlene Holzner, disse que a Comissão Europeia poderia abrir um processo por infracção contra os países que não garantam incentivos para investimentos em energias renováveis.

A principal associação do sector das renováveis, a APER, disse que iria recorrer a Bruxelas contra a lei que pode causar danos de milhares de milhões de euros aos investidores.

fonte:http://www.ambienteonline.pt/

publicado por adm às 22:33

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.


pesquisar
 
arquivos
2015:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2014:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


links