14 de Março de 2010

O conceito de produção energética descentralizada tem ganho maior significado, nos últimos anos, com a expansão dos sistemas de microgeração que qualquer consumidor já pode instalar em sua casa. Mas outro fenómeno de descentralização está a ganhar relevo.

Os distritos de Bragança, Viseu, Coimbra e Viana do Castelo lideram, destacados, a produção de energias renováveis em Portugal e foram responsáveis, em 2009, por quase metade da geração nacional de energia limpa.

Os dados da Direcção Geral de Energia e Geologia (DGEG) atestam o crescimento das renováveis nestas regiões. Em 2009, o distrito de Bragança, mais exposto à produção hídrica, aumentou em 27% a produção de renováveis, para 2,67 terawatt-hora (TWh). Os empreendimentos na região de Viseu produziram 2,2 TWh, mais 27% que em 2008. Viana do Castelo e Coimbra ultrapassaram 1,9 TWh de energia verde, com crescimentos anuais de 35,3% e 40,2%, respectivamente.

Por: Miguel Prado


Jornal de Negócios

publicado por adm às 23:19

pesquisar
 
arquivos
2015:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2014:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


links