05 de Novembro de 2011

A primeira etapa da usina no Marrocos custará US$ 822 milhões e produzirá 150 megawatts em seus quase 12 quilômetros quadrados

O Desertec é um projeto criado há dois anos, que prevê a construção de usinas solares em áreas de grande incidência solar, como o deserto do Saara e outras áreas do Oriente Médio e Europa. A primeira usina será construída no Marrocos, a partir de 2012.

 

A planta de energia solar concentrada (CSP) terá capacidade para produzir até 500 megawatts de energia. Somente a primeira fase do projeto contará com investimento de US$ 2,8 bilhões, o cálculo total previsto é de meio trilhão de dólares.

O Desertec é um projeto ambicioso, que se for concluído será capaz de suprir a necessidade energética de até 20% de toda a Europa em 2050. Além disso, essa energia poderia ser utilizada por países orientais e africanos. Diversas empresas europeias já demonstraram interesse em apoiar financeiramente esta ideia.

A unidade do Marrocos deve levar de dois a quatro anos para ser concluída. Após a primeira etapa, que custará US$ 822 milhões, ela já poderá produzir 150 megawatts em seus quase 12 quilômetros quadrados. Todo esse potencial energético deve ser usado pela União Europeia em seu compromisso com a redução dos gases de efeito estufa e em seu objetivo de que no futuro ao menos 20% de toda a energia consumida no continente seja proveniente de fontes renováveis.

Segundo os cientistas da Desertec, toda a incidência solar dos desertos seria suficiente para abastecer o mundo inteiro em apenas seis horas. Se apenas, 0,3% desta área desértica for coberta com painéis solares já seria possível satisfazer toda a demanda de energia da Europa.

fonte:http://exame.abril.com.br/

publicado por adm às 00:03

pesquisar
 
arquivos
2015:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2014:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


links